top of page

Visita ao River Camp contou com bate-papo entre Carpini e Escudero e tour pelo complexo esportivo

Comitiva do Netuno desembarcou no CT do River Plate na tarde da última sexta-feira (21)


Na tarde de ontem (21), Thiago Carpini e Sergio Simoes cumpriram mais uma etapa do ciclo de observação e aperfeiçoamento na Argentina. A dupla teve a oportunidade de visitar o River Camp, Centro de Treinamento do River Plate. O complexo que abriga a equipe profissional e as categorias de base dos milionários conta com mais de 14 hectares de espaço, sendo 1100 metros quadros de obra civil. São cerca de sete campos de treinamento, sendo dois deles "mini-estádios" que possuem arquibancadas para o publico em geral.


(Serginho, Carpini e Escudero conversam no CT do River Plate - Rafael Menezes/E.C Água Santa)


O complexo ainda conta com centro de alta performance integrando equipes de nutrição, psicologia e neurociência, além de academia profissional e vestiários novos com hidromassagem e area exclusiva para fisioterapia.


O River Camp também é conhecido por possuir um dos melhores departamentos medicos do país, com equipamentos de ultima geração. E toda essa estruturada faz parte do núcleo de formação do River Plate. As categorias de base possuem campos e refeitório exclusivo, sendo diferentes dos usados pelos profissionais.


O guia da visitação foi Marcelo Escudero, ídolo do River nas décadas de 90 e 2000, e atualmente treinador da equipe sub-23. Com uma metodologia bem definida, Escudero explicou que todas as categorias do clube são padronizadas de acordo com o departamento profissional. Isso evita problemas de adptação e facilita o processo de aprendizagem e maturação do jovem atleta.



(Thiago Carpini e Serginho entregam presente a Escudero - Rafael Menezes)


Mesmo podendo ter jogadores de ate 23 anos, Escudero mantem em seu time atletas de até 20 anos. Isso faz parte de uma estratégia traçada por Marcelo Gallardo, considerado por muitos o maior treinador da historia do clube e que saiu em 2022. É uma filosofia que entende dar rodagem para atletas ainda novos, acelerando o processo de maturação e assim, deixando esses atletas prontos antes do esperado.


Alem de conhecer o espaço, Thiago Carpini e Sergio Simoes também puderam assistir alguns minutos do treino. Serginho falou sobre a experiencia no River Camp: "Foi muito importante conhecer e entender como funciona a filosofia de futebol deles (River). É uma estrutura simples, mas moderna e estremamente eficaz. Alem de integrar todas as categorias, da base ao profissional. Ainda pudemos assistir um pouco do treino, o que nos ajudou a entender um pouco mais da parte tática também. Foi uma experiencia muito enrrequecedora˜, completou o auxiliar.


No domingo, a comitiva do Netuno vai ao Monumental, mas desta vez para assistir o River Plate contra o Independiente, em jogo valido pelo Campeonato Argentino. Na segunda, ainda tera mais um jogo de observação entre Racing e Atletico Tucumã.




Commentaires


  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Instagram ícone social
bottom of page